Burn Severity Mapping

Mapeamento de Severidade de Queimadas

Os dados e os mapas da severidade das queimadas podem ajudar no desenvolvimento de planos de reabilitação e restauração de emergência pós-incêndio. A metodologia proposta é recomendada para avaliar a severidade da queimadura de grandes áreas que são afetadas por incêndios florestais. A severidade da queima pode também ser usada para estimar a severidade da queima do solo e a probabilidade de futuros impactos à jusante devido a inundações, deslizamentos e erosão do solo.

Esta Prática Recomendada foi desenvolvida para ajudar a contribuir na avaliação de áreas afetadas por incêndios florestais. A avaliação dessas áreas pode ser realizada usando diferentes métodos; ou seja, no solo e usando ferramentas de Sensoriamento Remoto. A metodologia sugerida combina o uso de imagens pré e pós-fogo do Landsat 8 ou Sentinel 2 e o índice de Razão de Queima Normalizada (NBR). A prática recomendada foi projetada especificamente para avaliar grandes áreas que foram afetadas por incêndios florestais.»

Práticas usando o QGIS ou RStudio

QGIS O objetivo desta prática recomendada é auxiliar na avaliação da gravidade da queimada pós-fogo. A metodologia aplicada utiliza a Razão Normalizada de Queima (NBR) em imagens pré e pós-fogo para avaliar a severidade da queimadura da área.

Referências:

United Nations Platform for Space-based Information for Disaster Management and Emergency Response - Browse Recommended Practices - Radar-based Flood Mapping - Flood Hazard Mapping - Drought monitoring using the Vegetation Condition Index (VCI) - La Generación de Mapas de Expansión y Contracción de Cuerpos de Agua - Exposure Mapping - Drought monitoring using the Standard Vegetation Index (SVI) - Burn Severity Mapping - Cartographie des inondations - Suivi de la sécheresse en utilisant l’indice de végétation standardisé (SVI) - Flood Mapping and Damage Assessment using Sentinel-2 (S2) Optical Data

Avatar
Sidney Schaberle Goveia
Professor de QGIS

Especialista em SIG (desde 1998)